Whatsapp

Termoprol Adota HFO da Chemours

A Termoprol se tornou pioneira na adoção de fluidos refrigerantes à base de hidrofluorolefina (HFO) em sistemas de refrigeração comercial e industrial na América Latina. Os antigos HFCs têm alto potencial de aquecimento e por isso foram substituídos, visto que somos uma empresa que se preocupa em garantir o melhor produto para seus clientes.

Ficou decidido por utilizar dois novos fluidos refrigerantes atóxicos e levemente inflamáveis (A2L) de menor potencial de aquecimento global nos monoblocos frigoríficos e racks multicompressores fabricados sob encomenda pela nossa empresa. Uma das novas substâncias utilizadas pela Termoprol é o R-454C, mistura desenvolvida pela Chemours para substituir o hidrofluorcarbono (HFC) R-404A em novos equipamentos e comercializada como Opteon XL20.

Segundo a indústria química norte-americana,a capacidade de refrigeração e performance desse novo fluido refrigerante são similares às do R-404A. E de acordo com o Quinto Relatório de Avaliação (AR5) do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, o potencial de aquecimento global (GWP, em inglês) do Opteon XL20 é de apenas 146.Esse valor atende a diversos requisitos regulatórios de longo prazo quanto à redução do consumo de substâncias com alto GWP, como a regulamentação europeia F-Gas e as diretrizes da Emenda de Kigali ao Protocolo de Montreal.

Em função da demanda de um grande cliente, a Termoprol iniciou sua busca por fluidos refrigerantes mais sustentáveis, visto que várias unidades de distribuição de produtos congelados e resfriados desse cliente ocorre em grandes centros urbanos. O cliente final necessitava reduzir riscos de acidentes em suas instalações, devido ao uso de amônia (R-717), e sua diretoria exigiu um projeto com uma alternativa de baixo impacto climático.

Ao se depararem com a questão de segurança inerente aos fluidos A2L os engenheiros da nossa empresa perceberam que a norma de segurança não iria causar problemas, pois essas substâncias são utilizadas em unidades de refrigeração em que a carga de fluido refrigerante exigida é intermediária, combinando o baixíssimo GWP com todas as adaptações de segurança necessárias.

Entretanto o cuidado em grandes sistemas precisa ser maior. Por isso, a Termoprol fez adaptações no projeto dessas máquinas, principalmente na parte elétrica, e também devido ao glide de temperatura desses fluidos. Também foram feitos testes pelo fabricante, usando chama para comprovar o baixo risco de inflamabilidade dos A2L. Hoje, esse projeto é um sucesso e já é utilizado em vários dos nossos clientes de grande porte no Brasil, ressaltando que outra questão importante em relação à segurança é a instalação de detectores de gases, para evitar acidentes em caso de vazamento.

A expectativa da Termoprol é de forte crescimento no mercado de equipamentos com fluidos refrigerantes A2L, principalmente por causa de clientes preocupados com a proteção do meio ambiente e a redução de riscos de acidentes com amônia, em função de sua toxicidade.

Conte com a Termoprol para facilitar seus processos industriais com as melhores soluções em tecnologia de refrigeração. Faça já seu orçamento.

Nós
queremos
ouvir você

Nós queremos ouvir você
Ligue para
ENVIAR