Alimentos congelados, um negócio lucrativo e saudável! | Blog - Termoprol - Tecnologia em refrigeração Whatsapp

Alimentos congelados, um negócio lucrativo e saudável!

Alimentos congelados, um negócio lucrativo e saudável!

A partir da década de 80 os alimentos congelados passaram a ocupar um espaço importante no cardápio dos brasileiros, principalmente das classes média e alta, e em maior concentração em regiões onde a participação das mulheres no mercado de trabalho é grande. Os congelados tornaram-se uma opção para quem não quer, ou não pode dispor de tempo preparando seus próprios alimentos, mas também não abre mão de uma alimentação saudável e saborosa.

O congelamento é um eficiente sistema de conservação de alimentos. É considerado o melhor método de preservação dos mais variados produtos, mesmo daqueles tidos como perecíveis.

Para os donos de casa modernos, a aquisição de comida congelada tornou obsoleta a tarefa diária de cozinhar. Estes produtos ajudam na recepção de visitas inesperadas e eliminam o desperdício de comida, já que os pratos são retirados do freezer e aquecidos na quantidade certa para cada ocasião.

O empreendedor que tiver interesse em participar das oportunidades dessa área de negócios deve, em primeiro lugar, definir claramente o espaço em que deseja atuar. As oportunidades são amplas, porém, é importante uma análise sobre os nichos a serem explorados e a decisão sobre o público a ser atingido, geralmente composto por solteiros e casais jovens. Desde comida light até massas e pizzas, a oferta de alimentos congelados precisa agradar o perfil da demanda local.

Outra opção lucrativa é a produção de pães de queijo, salgados e tortas para lanchonetes, bares, cantinas escolares, quiosques, pontos de conveniência, restaurantes e buffets. Este mercado traz vantagens de escala e custos menores de negociação.

O setor está sujeito a uma intensa regulamentação e fiscalização da Agência de Vigilância Sanitária. As empresas devem detalhar no rótulo as informações nutricionais e a validade dos alimentos. É importante atentar para a temperatura de congelamento, que não pode ser superior a 18 graus negativos.

É importante lembrar que os consumidores de alimentos congelados são muito exigentes. Portanto, deve-se primar pela qualidade dos produtos, pelas condições de higiene e pela criatividade na escolha do cardápio.

A produção de alimentos de forma sustentável tem aparecido cada vez mais como missão de empresas do ramo alimentício, que vêem nesse posicionamento uma maneira de geração de resultados positivos nos aspectos econômicos, sociais e ambientais, tanto para a empresa como para a sociedade em que esta está inserida.

OS DETALHES NO NEGÓCIO DE ALIMENTOS CONGELADOS

Congelamento é um processo de conservação e não de melhoria de matéria-prima. É considerado o melhor método de preservação dos mais variados produtos, mesmo daqueles tidos como perecíveis.

MERCADO

A participação crescente das mulheres no mercado de trabalho e a escassez de mão-de-obra para as atividades domésticas são as grandes impulsionadoras do mercado de congelados, que permitem melhor aproveitamento do pouco tempo que resta no convívio familiar. Os produtos congelados começam a ser consumidos por grande parte da população brasileira.

LOCALIZAÇÃO

O empreendedor deve dar preferência a áreas residenciais ou mesmo áreas próximas a escritórios, pois, geralmente, o consumidor adquire estes produtos “a caminho” de sua casa.

ESTRUTURA

A estrutura básica deve contar com uma área destinada para a cozinha, onde será feito o preparo dos alimentos, e também uma área destinada ao congelamento destes.

EQUIPAMENTOS

Existem no mercado atualmente vários tipos de equipamentos que são utilizados para o congelamento, sendo que estes irão variar de acordo com o método de congelamento a ser adotado, na Termoprol  temos algumas opções de equipamentos pra fazer esse trabalho:

MONOBLOCO FRIGORÍFICO LINHA ZM 

CÂMARAS DE ESTOCAGEM 

 

MÃO DE OBRA

No início das atividades pode-se optar por trabalhar somente com o auxílio de uma boa cozinheira que garanta a qualidade dos pratos comercializados.

O empreendedor se encarregaria da parte administrativa, das compras e vendas. Posteriormente, com o crescimento do negócio, o quadro deverá ser aumentado com motorista, vendedores, auxiliares de cozinha, etc..

CLIENTES

Os principais clientes desse tipo de produto são as mulheres que trabalham fora, e que não têm empregadas domésticas, os homens que moram sozinhos e que preferem comer em casa, e pessoas interessadas em uma alimentação balanceada por conta de dietas.

FORNECEDORES

Os fornecedores desse tipo de empreendimento são os mercados municipais, sacolões e feiras livres, atacadistas e grandes supermercados. A qualidade dos produtos oferecidos pelos fornecedores deve ser rigorosamente controlada, a fim de se evitar problemas com os clientes.

MATÉRIA PRIMA

Geralmente, os empresário não se preocupam em conhecer a origem das matérias-primas, o que pode resultar em problemas futuros. Inocentes condimentos, como a pimenta-preta, costumam estar altamente contaminados porque, na maioria das vezes, são produzidos em regiões subdesenvolvidas e desidratados em terreiros por onde passam animais. Alguns fornecedores esterilizam os condimentos com radiação ou óxido de etileno, que matam os microrganismos, mas esses não são a maioria. Um controle de qualidade sofisticado em cima dos fornecedores de matérias-primas também pode evitar dissabores.

FORMAS DE CONGELAMENTO

Podendo ser em câmaras ou em túneis de congelamento:

Câmara de Congelamento

Túnel de Congelamento

 

A TÉCNOLOGIA DO CONGELAMENTO

Controlada a origem da matéria-prima e a manipulação dos alimentos, o passo seguinte é pensar na tecnologia para o congelamento dos pratos, ou seja, qual a forma de congelamento que será utilizada. Segundo especialistas, a melhor tecnologia é a do choque térmico, que consiste basicamente numa queda de temperatura dos 80ºC – oitenta graus positivos – (a temperatura do prato pronto, saindo do fogão ou forno), para os -12ºC (doze graus negativos) , sendo que este procedimento, deve ter uma duração máxima de 3 Horas. Isso evita não só o desenvolvimento de microrganismos, como também a formação de cristais de gelo, que podem alterar a textura e o sabor dos alimentos.

DIVERSIFICANDO OS PRODUTOS

Atualmente, a diversificação dos produtos oferecidos cobrem os mais variados gostos e necessidades. O consumidor pode encontrar congelados com pratos de cozinhas de todas as origens, de chineses a indianos, de japoneses a alemães e os tradicionais portugueses, italianos e franceses. Outra variedade no cardápio, são para pessoas que estão sob recomendações médicas para emagrecer, reduzir o sal, controlar o colesterol, e que necessitam de alimentos dietéticos, ou de baixas calorias. Mesmo as crianças, já começam a ter sua comida congelada com cardápio específico, e este é um bom filão a ser explorado.

Fonte: Sebrae e Emprega Brasil

 

 

 

Nós
queremos
ouvir você

Nós queremos ouvir você
Ligue para
ENVIAR