Termoprol aposta em gases refrigerantes A2L e é destaque na Revista do Frio

25 DE MARÇO DE 2019

A Termoprol foi destaque na Revista do Frio por ser pioneira na aplicação de fluidos refrigerantes de baixo GWP. Confira abaixo a matéria exibida na edição nº 335 da revista.

A Termoprol decidiu empregar na fabricação dos monoblocos frigoríficos e racks multicompressores da marca os fluidos refrigerantes R455A e R-454C, misturas à base de hidrofluorolefina (HFO) levemente inflamáveis (A2L) fornecidas, respectivamente, pela Honeywell e pela Chemours.

Com isso, a indústria de Porto Alegre (RS) se tornou pioneira na aplicação de compostos halogenados de baixo potencial de aquecimento global (GWP) em sistemas de refrigeração comercial e industrial na América Latina. A busca da empresa por fluidos mais ecológicos começou em função da demanda de um grande cliente que possui várias unidades de distribuição de produtos congelados e resfriados em grandes centros urbanos.

“Ele necessitava reduzir riscos de acidentes em suas instalações, devido ao uso de amônia (R-717), e sua diretoria exigiu a adoção de um substituto de baixo impacto climático”, conta o engenheiro mecânico Daltro Bayer, gerente comercial da Termoprol. O R-717 é um composto inorgânico inofensivo ao clima do planeta, com baixo custo, baixo calor específico e alto calor latente de vaporização, mas, por ser um fluido refrigerante tóxico e levemente inflamável (B2L), suas aplicações são limitadas. As substâncias de menor impacto ambiental atendem a requisitos regulatórios de longo prazo.

Conte com a Termoprol para buscar as melhores soluções em tecnologia de refrigeração. Faça já seu orçamento.

 

TAGS RELACIONADAS